Política

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Câmara rejeita analisar reforma e vota aprovar "em bloco" a destruição das aposentadorias

quarta-feira 10 de julho| Edição do dia

O plenário da Câmara rejeitou nesta quarta-feira, 10, o requerimento apresentado pela oposição para realizar a votação parcelada, ou seja, em que cada parte da proposta seria analisada individualmente. Foram 299 votos pela rejeição contra 43, com duas abstenções.

Com a decisão, o plenário votará de uma vez, em primeiro turno, o relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) aprovado pela comissão especial na semana passada.

O resultado da votação mostra que, apesar de 492 deputados terem registrado presença, o número de parlamentares em plenário é baixo.

A oposição, capitaneada pelo PT, tenta "mostrar serviço" com a obstrução da pauta, tentando ridiculamente encobrir que seus governadores sentaram para negociá-la e, no movimento operário, frearam as lutas do 14 de junho impedindo que os trabalhadores barrassem a votação de hoje.




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência   /    Câmara dos Deputados   /    Política

Comentários

Comentar