Política

REPUDIAMOS O ASSASSINATO DE MARIELLE FRANCO

Câmara de Buenos Aires aprova repúdio ao assassinato de Marielle, por moção de Myrian Bregman do PTS

quinta-feira 15 de março| Edição do dia

Myriam Bregman, legisladora do PTS na Assembleia Legislativa de Buenos Aires, expressou seu repúdio ao assassinato de Marielle Franco, do PSOL. A bancada do Partido dos Trabalhadores Socialistas e da Frente de Esquerda e dos Trabalhadores na Argentina aprovou uma moção de repúdio que exige esclarecimento do ocorrido e punição dos responsáveis, que a legisladora divulgou em sua página:

Traduzimos abaixo a moção aprovada pela bancada do PTS e da Frente de Esquerda e dos Trabalhadores:

"A Assembleia Legislativa da Cidade Autônoma de Buenos Aires lamenta o falecimento de Marielle Franco, vereadora pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) no Rio de Janeiro e membro da Comissão da Câmara de Vereadores do Rio criada para vigiar a atuação das tropas encarregadas da intervenção federal na área de Segurança Pública do Rio de Janeiro decretada pelo presidente Michel Temer.

Desta forma, a Assembléia Legislativa de Buenos Aires expressa sua preocupação diante deste assassinato ocorrido a poucos dias depois de Marielle Franco ter realizado uma denúncia contra a Polícia Militar por sua intervenção na Favela de Acari, e exige o imediato esclarecimento do ocorrido e punição dos seus responsáveis."




Tópicos relacionados

Marielle Franco   /    Política

Comentários

Comentar