Câmara aprova MP que transfere Coaf para Banco Central

Medida foi aprovada nos últimos momentos da mesma sessão em que deputados dão a caminho da privatização do saneamento.

sexta-feira 13 de dezembro de 2019| Edição do dia

A Coaf, órgão que tem como função fiscalizar movimentações financeiras suspeitas de corrupção, teve seu ano conturbado entre disputas políticas e à quem se dirigiria, nesta quarta-feira, dia 11, deputados aprovaram, como foi descrito em correria, a passagem do órgão ao Banco Central, junto com o texto base da privatização do saneamento. Do texto original, caíram a mudança de nome para UIF( Unidade de Inteligência Financeira) e uma competencia do orgão de gerir e produzir informações sobre o "financiamento ao terrorismo” .

Veja mais: Mourão e a difícil missão de desvincular a COAF do governo

O órgão passou por aspirações políticas de Moro até seu isolamento e central nas investigações de Queiroz que impactam diretamente a família Bolsonaro, entretanto correria dos deputados para aprovar MP do presidente pode ser vão, a medida precisa ser aprovada no Senado até dia 17, mas Alcolumbre teria que chamar uma sessão extraordinária, senadores já estão de férias. MP tinha 120 dias para ser aprovada pelo Congresso, que se esgotam no dia 18/12.

Para mais detalhes: Bolsonaro lança MP transferindo Coaf ao Banco Central e quer alteração na direção da RF.




Tópicos relacionados

coaf   /    Governo Bolsonaro   /    Banco Central   /    Câmara dos Deputados

Comentários

Comentar