Juventude

UNICAMP

Calourada Unicamp: Estudantes conversam com petroleiros e professores da rede sobre lutas

A chapa Por Todas as Ágathas, gestão minoritária do CACH - Unicamp, que é formada pela Juventude Faísca e independentes, impulsionou nessa quarta-feira (4) uma atividade no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas que contou com a presença de petroleiros e professores da rede pública do estado de São Paulo.

quinta-feira 5 de março| Edição do dia

A atividade consistiu em uma roda de conversa em que os petroleiros compartilharam com os estudantes a experiência da maior greve nacional no governo Bolsonaro, na qual foram linha de frente, as dificuldades e percepções dessa greve que teve um papel muito importante para a luta que travamos contra os ataques proferidos a nós, inclusive fortalecendo nossas lutas pela educação. A professora presente colocou um pouco sobre como se enfrentaram com a Reforma da Previdência do Dória na Alesp, que quer fazer com que trabalhemos até morrer, onde sofreram grande repressão por parte dos policiais. Ambos exemplos, apesar de contidos e desmontados pelas direções sindicais, mostram que a classe trabalhadora não está derrotada e que temos nos apoiar nela.

Depois da atividade, os presentes participaram de uma roda de samba com sambistas convidados. É muito importante a ocupação do espaço da universidade com atividades e música, um local público que deve ser utilizado por todos com muita vivência.

A juventude precisa não só ter acesso às lutas da classe trabalhadora, como também estar lado a lado nessas batalhas. Nós, da juventude Faísca, defendemos que a luta dos jovens e dos trabalhadores é uma só, é só com a força dessa união podemos derrotar os ataques de Bolsonaro.




Tópicos relacionados

Unicamp   /    Professores   /    Campinas   /    Juventude

Comentários

Comentar