Gênero e sexualidade

ESCÂNDALO

Burger King faz promoção machista para mulheres russas: engravidem de jogadores por dinheiro

A rede de fastfood Burger King da Rússia, divulgou em sua conta no VK, um equivalente russo ao Facebook, uma promoção para incentivar mulheres russas a engravidar dos jogadores. A intenção segundo a postagem era "para melhorar a genética do esporte no país".

sexta-feira 22 de junho| Edição do dia

Em sua página na rede social VK, rede social de origem russa, similar ao Facebook e amplamente usada na Russia, a rede de fastfood Burger King divulgou uma promoção para incentivar as mulheres russa à engravidar dos jogadores da Copa do Mundo.

A propaganda russa diz: "O BK no âmbito da responsabilidade social oferece uma recompensa para as garotas que engravidarem de estrelas do futebol mundial. Cada uma receberá 3 milhões de rublos e um estoque vitalício de Whopper. As garotas que conseguirem engravidar das melhores estrelas do futebol, vão garantir o sucesso da Rússia por várias gerações futuras! Adiante! Nós acreditamos em vocês".

A rede mundial de fast food nada mais fez do que incitar a prostituição das mulheres russas, assumindo praticamente um discurso de cafetinagem, dando em troca desta gravidez um prêmio de 3 milhões de rublos, o que equivalente à 17 mil reais, e um suprimento para toda vida de um de seus hambúrgueres. Tudo isso em troca de "melhorar a genética" de seus jogadores.

A promoção absurdamente machista do Burger King teve ampla repercussão na rede social, recebendo uma enxurrada de comentários que variavam entre piadas e e críticas. Os muitos comentários que encavaram este absurdo como uma "piada" e lamentavam que a promoção teria sido cancelada, junto com a liberdade de uma rede de fastfood do tamanho do Burger King ter realizado tal "promoção" é um reflexo absurdo da condição das mulheres na Rússia, que é fruto de uma sociedade machista, que naturaliza a objetificação e hipersexualização das mulheres.

A restauração burguesa levada a cabo pela burocracia stalinista que se fez dona dos meios de produção levou a sofrimentos imensos, como a queda brusca da taxa da expectativa de vida em mais de dez anos, e disso surgiu um regime que se apoia no peso militar e velhas conquistas do ex-estado operário para arbitrar entre as massas e o imperialismo. Parte disso se expressa no desenvolvimento de sentimentos atrasados sejam eles clericais, machistas, lgbtfóbicos.

Após o escândalo, o Burger King russo divulgou uma nota de desculpas: "
Pedimos desculpas pela declaração que fizemos. Acabou sendo muito insultante.
Agradecemos o feedback e informamos que já removemos todos os materiais relacionados do aplicativo"
.




Tópicos relacionados

Burguer King   /    Copa do Mundo   /    Machismo   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar