BREQUE DOS APPS

#BrequeDosApps chega ao 2º no Trends Topics do Twitter no Brasil

A paralisação internacional dos entregadores de aplicativos deve grande adesão em vários países e bastante peso em várias cidade do Brasil com grande apoio. A hashtag #BrequeDosApps chegou em 2° lugar nos assuntos mais comentados no Twitter no Brasil.

quarta-feira 1º de julho| Edição do dia

Neste dia 01 de julho, está ocorrendo uma paralisação internacional de entregadores de aplicativos que prestam serviços a empresas como a Rappi, Ifood, Uber eats, entre outros. A paralisação ganhou grande adesão desses trabalhadores que são ultra explorados em vários países. No Brasil a paralisação ocorreu em diversas capitais com atos bastante expressivos e chegou ao 2/ lugar nos trends topics do Twitter no Brasil, mostrando todo apoio e solidariedade que esses trabalhadores estão recebendo em sua luta.

A paralisação internacional dos entregadores ocorre em meio a um momento crítico da pandemia, em que o negacionismo de Bolsonaro e a política dos governadores, ambos que priorizam os lucros às vidas, cobram seu preço mais cruel: a morte de dezenas de milhares pela covid-19. Os entregadores de app são linha de frente dos setores mais expostos ao risco de contaminação e não recebem sequer EPIs das empresas de aplicativo, que não se responsabilizam pelas mortes de entregadores em pleno exercício de trabalho.

Os direitos trabalhistas foram conquistados pelos trabalhadores através de muita organização, luta, suor e sangue da nossa classe. Os patrões vêm retirando a passos largos esses direitos com a precarização do trabalho, que se apoia no discurso de empreendedorismo para explorar e lucrar cada vez mais em cima de nossas vidas. Com a pandemia do coronavírus isso se aprofunda e fica explícita a necessidade de nos colocarmos contrários à brutalidade do capitalismo.

Suas principais reivindicações são o aumento do valor mínimo das corridas, o fim dos bloqueios indevidos, a exigência de um seguro de roubo e acidente de vida, o fim do sistema de pontuação e o auxílio pandemia, que inclui EPIs e licença remunerada.

Os entregadores estão chamando a população a apoiá-los participando do Twittaço às 17h com a #BrequeDosApp’s, e aderindo à paralisação boicotando, no dia de hoje, os aplicativos Ifood, Rappi, James, Ubereats, Loggi.

O Esquerda Diário ao longo do dia estará cobrindo este importante dia de luta, que ocorre em meio ao grito que explodiu com a fúria negra nos EUA e em diversos países no mundo dizendo que “Vidas Negras Importam”.




Comentários

Comentar