×

Covid-19 | Brasil de Bolsonaro tem taxas de testes de Covid-19 equivalente à metade da média mundial

Estudo mostra que são realizados 0,58 testes por dia a cada mil habitantes no Brasil, metade da média mundial que é de 1.1 teste por dia a cada mil pessoas

sexta-feira 28 de janeiro | Edição do dia

Foto: Cristine Rochol/PMPA

Os dados publicados sobre testagem pela Find, a aliança global para diagnósticos e responsável pelo pilar sobre testagem no ACT Accelerator, iniciativa criada a partir da OMS, revelam que o Brasil tem uma taxa de testes que é apenas metade da média mundial, e dez vezes menor que os países ricos.

O levantamento destaca que entre 23 de janeiro de 2021 e 23 de janeiro de 2022, foram realizados 0,58 testes por dia a cada mil habitantes no Brasil. No mundo, a média é de 1.1 teste por dia a cada mil pessoas.

Na América do Sul, a média de testes é de um teste por dia a cada mil pessoas, havendo discrepâncias entre os países. O Chile possui uma taxa de teste quase seis vezes maior que o índice brasileiro, já o Paraguai possui dados mais semelhantes ao Brasil.

A partir dos dados dos países mais ricos fica explícita a desigualdade no globo. Nos dados que envolvem grupos de países que possuem as maiores economias do mundo, a taxa fica acima de 5 testes diários. Os Estados Unidos possuem uma média de mais de 4 testes por dia. Na Europa a taxa é ainda maior, 5,7 testes por dia a cada mil pessoas.

Os índices mais elevados do mundo se encontram na Europa, com exemplos como a Dinamarca, que possui uma média de 47 testes feitos diariamente a cada mil pessoas, ou a Áustria, com média de 38, e o Reino Unido com 14.

Ainda de acordo com o levantamento, em 2022 houve uma queda no número médio de testes realizados no Brasil, chegando a marca de 0,03 testes por dia para cada mil pessoas, índices comparáveis apenas aos que existem na África.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias