HOMOFOBIA EM CAMPO

"Bolsonaro vai matar todos os viado" cantou a torcida do Atlético Mineiro

No intervalo do clássico contra o Cruzeiro, nas arquibancadas do Mineirão do último domingo, a torcida do Atlético Mineiro enalteceu o assassinato de "viados" para atacar adversários, se ancorando no ódio homofóbico de Bolsonaro.

segunda-feira 17 de setembro| Edição do dia

“Ô cruzeirense/toma cuidado/O Bolsonaro vai matar todos os viado”, gritavam os atleticanos nas arquibancadas do Mineirão, pregando explicitamente a violência contra homossexuais em discurso proto-fascista respaldado em Bolsonaro.

O candidato que recebeu uma facada nas últimas semanas se coloca de vítima de um sentimento que ele mesmo dissemina. Faz vídeos acamado antecipando que não reconheceria o resultado das eleições caso perdesse, fazendo de muleta um vitimismo legitimado em entrevista com general Villas Boas.

É defensor do projeto Escola sem Partido que persegue debates políticos, críticos e condena o debate sobre gênero e sexualidade em sala de aula, uma forma de responder a esse tipo de ódio gestado contra LGBTs e mulheres e disseminado por Bolsonaro. Ele tem sangue nas mãos a cada feminicídio e violência ao LGBTs.

A direção do Atlético Mineiro repudiou o ato em nota oficial emitida na mesma noite, em que condena “qualquer ato de preconceito e de incitação à violência”, e por meio de um vídeo.




Tópicos relacionados

Minas Gerais   /    Bolsonaro   /    Homofobia e Transfobia   /    Futebol

Comentários

Comentar