Política

OVO NO BOLSONARO

Bolsonaro toma ovada em Ribeirão Preto e a polícia prende mulher que o atingiu

quinta-feira 17 de agosto| Edição do dia

Em seu ritmo de campanha presidencial, Bolsonaro andava pelas ruas de Ribeirão Preto e foi atingido por um ovo esfregado nele por uma ativista. A mulher, que é ativista LGBT, foi presa na hora e Bolsonaro foi prestar queixa na polícia.

Em sua página no Facebook, Eduardo Bolsonaro afirma que a mulher presa é militante do PCdoB com o seguinte texto:

BOLSONARO É VÍTIMA DE MILITANTE DO PCdoB / ATIVISTA LGBT. QUEM É O INTOLERANTE?

Aqueles que nos chamam de homofóbico sem qualquer argumento são exatamente os mais intolerantes. Para esse tipo de pessoa ser homofóbico é defender as criancinhas de 5 anos de idade do kit-gay nas escolas.

Adivinhe qual é o partido da democrática militante? PC do B... Alguém surpreso?

Sim, para eles a "intolerância" é um ovo, enquanto milhares de LGBTs continuam sendo vítimas cotidianamente da violência homofóbica. Enquanto o transfeminicídio continua matando cotidianamente, e a expectativa da população trans no Brasil é de 35 anos. Enquanto eles defendem impunemente a memória de torturadores na Câmara. Mas para quem lhes joga o ovo, a "justiça" é feita na hora com a prisão imediata.




Tópicos relacionados

Bolsonaro   /    LGBT   /    Política

Comentários

Comentar