Bolsonaro mais uma vez destila ódio aos LGBT’s e diz que repórter “tem cara” de que pintava unha quando criança

O candidato a presidente pelo PSL, Jair Bolsonaro, que já disse diversos absurdos racistas, machistas e lgbtfóbicas, dessa vez atacou um repórter, que é gay, dizendo que ele “tem cara” de quem pintava a unha quando criança.

quinta-feira 6 de setembro| Edição do dia

Segundo o site Uol, essa ação absurda aconteceu na ultima terça-feira (4), enquanto o candidato caminhava até o plenário da Câmara dos Deputados e era entrevistado pelo jornalista (que não foi identificado).

Bolsonaro fez esse comentário extremamente homofóbico depois de o jornalista questionar sobre um vídeo que o candidato compartilhou em sua conta no Twitter. O vídeo mostra um homem perguntando a uma criança de quatro anos e com uniforme escolar sobre o que aconteceu na escola, ela diz que a professora “ensinou que menino usa saia, vestido, brinco e pinta a unha”. O homem na sequência diz que é “um absurdo” e “vai ver o que a gente vai fazer”.

O repórter que perguntou “Qual o posicionamento do senhor? Por que o senhor retuitou isso?” foi respondido por Bolsonaro com “Pergunta pro teu... Você pintou unha quando era criança?” e depois do repórter responder que não ainda disse “Você tem cara de ter pintado a unha.”

Como Marcello Pablito, candidato a Deputado Estadual do MRT por legenda democrática do Psol, coloca no texto “Dez razões para impedir alguém de votar no reacionário Bolsonaro”:

“... Em palestra da Conferência das Indústrias, Bolsonaro se colocou totalmente contrário aos projetos que visam implementar o debate sobre gênero nas escolas, e sim é um assíduo defensor do projeto Escola Sem Partido.

Quer com a ignorância e violência garantir que continuem acontecendo mortes, e mais importante aos empresários que lhe apoiem, que este seja mais um mecanismo para com a opressão reduzir salários.”




Tópicos relacionados

Carnaval 2018   /    Bolsonaro   /    Homofobia e Transfobia   /    LGBT

Comentários

Comentar