Sociedade

AMAZÔNIA

Bolsonaro faz discurso mentiroso e entreguista sobre a Amazônia em Fórum de Investimentos

Em discurso na abertura do Fórum de Investimentos Brasil 2019, Bolsonaro fez uma fala hipócrita e entreguista sobre Amazônia aos empresários: "Conheçam a Amazônia. Vocês não serão queimados, com certeza. Afinal de contas, o que muitas vezes muitos jornais e televisões mostram não é a realidade. É uma área lindíssima, quase totalmente preservada. Essa terra é patrimônio do Brasil. A Amazônia não é o pulmão do mundo, isso está cientificamente comprovado"

quinta-feira 10 de outubro| Edição do dia

Foto: CARL DE SOUZA/AFP
Incêndio na floresta amazônica, a 65 km de Porto Velho, em Rondônia, no norte do Brasil

Bolsonaro é um grande mentiroso. Com cortes no orçamento para o IBAMA e o ICMbio, responsáveis pela inspeção e fiscalização, além de defender o agronegócio abertamente, seu governo é um dos grandes incentivadores das queimadas na Amazônia.
Ao dizer que muitos jornais e televisões não mostram a realidade faz mais uma tentativa de censurar os dados de desmatamento da Amazônia, como fez ao demitir o diretor do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), Ricardo Galvão, para encobrir as estatísticas de desmatamento.

O presidente demagógico também afirma que a Amazônia é uma área quase totalmente preservada. Vejamos, de 1° de janeiro a 9 de setembro foram registrados nela 53.023 focos de incêndio e, em julho de 2019, o desmatamento chegou a 1.287 km², 66% a mais do que no mesmo mês no ano anterior, isso é uma área quase totalmente preservada? Segundo Tomas Lovejoy, biólogo americano, a Amazônia está chegando perto do ponto que pode não se recuperar mais nem manter seus serviços ecossistêmicos, e que isso significa a antítese de sustentabilidade. De acordo com Carlos Nobre, cientista e ex-pesquisador do Inpe, para chegar ao ponto de não se recuperar mais, a Amazônia deve chegar de 20% a 25% de perda, e hoje se encontra em torno de 15 a 17%.

Bolsonaro afirma que a Amazônia não é o pulmão do mundo, usando a ciência só quando é a seu favor, pois não se prestou a fazer uso dela quando nos recomendou fazer cocô dia sim, dia não para preservar o meio ambiente, por exemplo. Sim, a Amazônia não é o pulmão do mundo, mas esse não é um motivo para não preservá-la, pois além de conter uma imensa biodiversidade, que também são fonte de pesquisas, a floresta é uma das maiores fontes de chuva para todo o Brasil. Segundo o professor Henrique de Melo Jorge Barbosa, do Departamento de Física Aplicada da USP, 25% das chuvas que caem do norte da Argentina ao Sul do Brasil vêm das águas que se originaram na Floresta Amazônica através da transpiração das plantas.

Esse discurso mentiroso de Bolsonaro serve para fazer a Amazônia a fazenda e o quintal da exploração capitalista, entregando nosso solo aos grandes latifundiários do agronegócio brasileiro para plantação de soja (intimamente vinculados ao capital financeiro internacional e aos bancos) assim como nossa biodiversidade às grandes empresas farmacêuticas e de cosméticos.

Entenda melhor:

Amazônia: É preciso dar um basta à sanha predatória de Bolsonaro e dos capitalistas

A Amazônia espremida entre a fúria do agronegócio, Bolsonaro e do imperialismo europeu




Tópicos relacionados

Amazônia   /    Governo Bolsonaro   /    Jair Bolsonaro   /    Sociedade

Comentários

Comentar