RIO GRANDE DO SUL

Bolsonaro entrega dois Parques Nacionais de conservação no RS de bandeja à iniciativa privada

Na manhã desta quarta-feira (3), o presidente confirmou, por meio de um tweet em seu perfil do twitter, a entrega de mais dois parques nacionais à iniciativa privada: Floresta Nacional de Canela e do Núcleo de Gestão Integrada Aparados da Serra, de Cambará do Sul, que contempla os dois parques: Serra Geral e Aparados da Serra.

quinta-feira 4 de abril| Edição do dia

Segundo Bolsonaro, na próxima semana, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo de Aquino Salles irá fazer uma visita a Serra gaúcha para dar início ao processo de privatização.

No ano passado já havia sido anunciado um projeto de privatização de 11 parques nacionais geridos até então pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Ainda no governo golpista e entreguista de Michel Temer (MDB) foi entregue de bandeja a empresas privadas o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, deixando as portas abertas para que Bolsonaro siga o exemplo e avance com o processo.

Os Parques Nacionais terão agora os serviços tocados pela iniciativa privada, sendo assim mais uma fonte de lucros para que até mesmo por essa via de exploração grandes empresas e capitalistas saiam no lucro. E já começa o engodo demagógico. Sempre partindo do falso discurso de “melhorias na estrutura de uso público do parque para estimular o turismo de aventura e ecológico” quando na verdade sabemos que as únicas intenções são de explorar as áreas para extração de lucros.

A concessão dos parques se apoia em uma lei (13.668/2018) aprovada em maio deste ano pelo governo federal. O cronograma do governo prevê ainda que os parques nacionais dos Lençóis Maranhenses (MA), Itatiaia (RJ), Caparaó (MG) e da Serra da Bodoquena (MS) passem a ser administrados por empresas. Assim, grandes marcas e empresas pela via de terceirização, garantem seus lucros sempre em base da desculpa furada de mais investimentos na estrutura e preservação de tais locais.

Entregar aos empresários, grandes marcas e ao imperialismo nossas estatais, recursos naturais e parques é uma das investidas de Bolsonaro e sua corja. Rifando o país aos ditames e interesses imperialistas, o presidente eleito e seus aliados, capachos dos mandos e desmandos do mercado, tentarão de toda forma sugar tudo o quanto puderem nessa jornada pelo lucro desenfreado dos capitalistas.




Tópicos relacionados

Rio Grande do Sul   /    Jair Bolsonaro   /    Caxias do Sul   /    Privatização   /    Meio Ambiente

Comentários

Comentar