Negr@s

BOLSONARO RACISTA

Bolsonaro é condenado por discurso racista, veja o que ele já disse contra os negros

terça-feira 3 de outubro| Edição do dia

Foto: Aílton de Freitas

Bolsonaro foi condenado ontem pela Justiça Federal do Rio de Janeiro por ter declarado que negros quilombolas "não servem para nada", em suas palavras, "nem para procriadores servem mais". Isto foi dito por ele em atividade no Clube Hebraica no Rio de Janeiro em abril deste ano. Veja abaixo:

Em seu discurso de ódio contra os negros Quilombolas e os indígenas, Bolsonaro ainda afirmou que “o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas”, referindo-se à um negro Quilombola como um senhor de escravos referia-se durante a época imperial.

O Ministério Público Federal entrou com uma ação contra o Deputado exigindo o pagamento de R$ 300 mil reais em ressarcimento às comunidades Quilombolas, mas a justiça acabou condenando-o à pagar apenas R$ 50 mil, que irão para o Fundo de Defesa dos Direitos Difusos. Esta não foi a primeira vez que Bolsonaro demonstrou seu racismo publicamente, relembremos outros casos dos quais ele se valeu de sua imunidade de político:

Preta Gil

Perguntado por Preta Gil o que faria se seu filho casasse com uma mulher negra, Bolsonaro afirmou que seu filho "foi bem criado". Neste mesmo caso, Bolsonaro demonstra que o racismo anda lado à lado com a homofobia.

’Escória do Mundo’

Em 2015, Bolsonaro deu outra entrevista evidenciando seu racismo. Nela, afirmou ao jornal opção que imigrantes e refugiados vindos da África seriam a "escória do mundo". Fonte.

Contra as Cotas

“Eu não entraria em um avião pilotado por um cotista nem aceitaria ser operado por um médico cotista”, afirmou ao Estadão. Bolsonaro e seus filhos dedicam grande parte do seu tempo para fazer campanha contra as cotas raciais.

Bolsonaro, apesar de falar contra "os políticos", é ele mesmo um político e por isso goza de um belo fôro privilegiado que o torna especial e protegido pela justiça. Enquanto isso, para Rafael Braga, a justiça racista concedeu dois anos de prisão por portar "pinho sol" e ser vítima de flagrante forjado.




Tópicos relacionados

Bolsonaro   /    Rio de Janeiro   /    Negr@s   /    Política

Comentários

Comentar