Internacional

ENCONTRO BOLSONARO E TRUMP

Bolsonaro e Trump querem subordinar ainda mais o Brasil aos EUA

terça-feira 19 de março| Edição do dia

O tão aguardado encontro entre o presidente norte-americano, Donald Trump, e Bolsonaro finalmente ocorreu. Em uma rápida conversa com a imprensa no Salão Oval da Casa Branca, antes do almoço e do pronunciamento oficial, os presidentes pousaram para fotos, trocaram presentes e ainda tiveram tempo para soltar suas típicas declarações absurdas.

Durante seu período no país, recorrentemente Bolsonaro vem afirmando que o Brasil nunca esteve tão próximo dos EUA, em contraposição aos governos anteriores tachados por ele de "anti-americanos". No encontro entre eles Trump também afirmou que: "O Brasil e os Estados Unidos nunca estiveram mais próximos do que estamos agora".

Por mais que o desejo de aprofundamento da submissão na relação entre Brasil-EUA caracterizado pela extrema vassalagem de Bolsonaro em relação a Trump seja evidente, o outro lado que a afirmação permite concluir, de que os governos anteriores seriam "anti-americanos", não poderia deixar de ser mais falso.

Em sua política imperialista de Big Stick, os EUA sempre se proclamaram donos de todo o restante da América fora de seus domínios oficiais, tratando o resto continente como seu quintal. As diversas ditaduras patrocinadas pelos EUA no continente,incluindo o Brasil, são a evidência desse fato.

O grilhão do imperialismo ianque sempre se fez sentir por todo continente e pelo Brasil, do período da ditadura ao período da redemocratização e imposição das agendas neoliberais, ou o Consenso de Washington.

A diferença atual é que os EUA vive um momento de ofensiva aberta de seu imperialismo dentro do governo Trump e sua ideologia de MAGA ( "Make America Great Again") e por isso deseja aprofundar ainda mais seu controle sob seu pátio traseiro.

Bolsonaro e seu governo vassalo aos interesses norte-americanos são grandes facilitadorers desse ímpeto recolonizador estadunidense.




Tópicos relacionados

Encontro Trump e Bolsonaro   /    Jair Bolsonaro   /    Donald Trump   /    Internacional

Comentários

Comentar