Política

"FIM DA CORRUPÇÃO"

Bolsonaro e Mourão tentam se esquivar do caso do líder do governo com dinheiro na cueca

Chefe do Governo Bolsonaro no Senado foi pego com 30 mil reais na cueca em operação da Polícia Federal. Bolsonaro e seu vice fingem que ele não era parte da sua mesma trupe.

sexta-feira 16 de outubro| Edição do dia

(Imagem: Dida Sampaio/Estadão)

Depois da grande repercussão negativa do caso envolvendo o chefe do Governo Bolsonaro no Senado, o senador Chico Rodrigues(DEM), que foi pego com 30 mil em dinheiro vivo na cueca, Bolsonaro e seu vice-presidente, Mourão, já se apressaram em dizer que ele não era parte do governo.

Em live na noite da última quinta-feira(15/10) Bolsonaro tentou justificar dizendo que “no meu governo não há corrupção” e que seu governo seriam “somente os ministros”, numa clara e ridícula tentativa de fugir da associação com mais um acusado de corrupção.

Mourão também tentou se esquivar em entrevista, também na tarde ontem(15/10) dizendo que Chico na verdade seria uma “linha auxiliar do governo”.

Chico já foi um dos deputados a terem gracejos de Bolsonaro, que chegou a afirmar que estaria numa “união estável” com o deputado pego com 30 mil na cueca.

Saiba mais: Com o "fim da corrupção", vice-líder do governo no Senado é encontrado com dinheiro na cueca




Tópicos relacionados

Fora Bolsonaro, Mourão e os militares   /    Governo Bolsonaro   /    Hamilton Mourão   /    Jair Bolsonaro   /    Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar