Bolsonaro diz que tratará ocupações de terra como terrorismo

Em mais uma prova de reacionarismo Bolsonaro afirmou que as ações do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) tem que ser tratados como “terrorismo”.

quinta-feira 30 de agosto| Edição do dia

Em uma feira agropecuária realizada na cidade de esteio a Expointer (RS), Bolsonaro discursou em defesa aos grandes latifundiários dizendo que um dos “pilares da democracia é a propriedade privada”.

O candidato do PSL disse ainda que deve haver “retaguarda jurídica” para quem agir em legítima defesa, legitimando a morte de milhares de trabalhadores sem terra que lutam por melhorias na vida contra os grandes latifundiários.

Juntamente com a defesa do porte de armar, Bolsonaro destila seu reacionarismo tenta captar uma fatia dos setores mais reacionários da sociedade. Com mais mortes, perseguição e armas visa acabar com os problemas estruturais do país, que na verdade significaram mais ataques aos trabalhadores e a população.




Tópicos relacionados

Bolsonaro   /    MST

Comentários

Comentar