Política

BOLSONARO REACIONÁRIO

Bolsonaro afirma que homossexuais são fruto das drogas e das mulheres trabalhando

quinta-feira 23 de novembro| Edição do dia

Uma entrevista realizada por Bolsonaro para o canal Viceland no início de 2015 revela com mais clareza as concepções reacionárias de Bolsonaro contra os LGBT. Quando a reportagem foi gravada, Bolsonaro nem pensava em se candidatar para a presidência. Por isso, não teve nenhum em responder barbaridades reacionárias à atriz Ellen Page.

Segundo o reacionário pré candidato Jair Bolsonaro:

"Quando eu era jovem, existiam poucos gays. Com o passar do tempo, com as liberalidades, as drogas e as mulheres trabalhando, aumentou bastante o número de homossexuais. Se o filho começa a andar com certas pessoas, vai ter aquele tipo de comportamento, achar que aquilo é normal"

Veja por si próprio no Vídeo:

Na mesma entrevista, Jair Messias Bolsonaro afirma novamente que as crianças homossexuais deveriam ser espancadas para abrir mão de sua sexualidade. "Quando seu filho é violento, tem que dar um corretivo nele, e ele deixa de ser violento. Por que o contrário não vale?". Para Ellen Page Bolsonaro disse que "Se eu fosse cadete da Academia Militar das Agulhas Negras e te visse na rua, eu iria assobiar para você". E além disso, continuou com o machismo, opressão irmão da homofobia, dizendo que à Ellen Page: ’Você e a sua companheira não geram filhos. Você depende de nós, héteros, homens."

Muito diferente do pré-candidato à presidência à república, que agora entra com ações na justiça contra aqueles que expõe sua LGBTfobia, sua intolerância, seu racismo e seu machismo. Bolsonaro quer multar quem expõe a verdade sobre seu racismo e homofobia, mas quem mais faz isso é ele mesmo, sempre que abre a boca.

Leia mais: Gabriel O Pensador critica Bolsonaro por racismo e homofobia: "ridículo demais!"




Tópicos relacionados

Bolsonaro   /    Homofobia e Transfobia   /    LGBT   /    Política

Comentários

Comentar