Política

BOLSONARO E AS FAKE NEWS

Bolsonaristas divulgam absurda fake News acusando Haddad por estupro de criança

domingo 28 de outubro| Edição do dia

Não é segredo para ninguém mais que a campanha de Jair Bolsonaro foi fartamente financiada com o caixa 2 de empresários, com milhões de reais utilizados para espalhar fake news por via do Whatsapp. A maioria delas referia-se a notícias falsas sobre Haddad e projetos de lei petistas.

Agora, na véspera da eleição, mais uma escandalosa calúnia foi espalhada nas redes. Trata-se de uma informação mentirosa dizendo que Haddad é acusado pelo estupro de uma menina de 11 anos que atenderia pelo nome de "Vitória".

A foto ainda mente dizendo que a fonte da "notícia" é o Jornal Nacional e o UOL. Conforme o próprio UOL desmentiu, a acusação não existe, e a foto da suposta menina "Vitória" é na verdade da atriz Esther Marcos, hoje com 16 anos e cantora Gospel, e que na época retratada pela foto, em 2012, participava do elenco da novela "Carossel".

A campanha de Haddad respondeu à calúnia com uma nota que diz: "As pessoas que estão divulgando essa fake news estão cometendo crime. E terão de responder na Justiça".

A absurda divulgação dessa acusação falsa expressa mais uma vez o tipo de campanha abjeta feita por Jair Bolsonaro e seus seguidores mais próximos, tentando ganhar no "tapetão" com mentiras milionárias para seguir implementando na base da força bruta as reformas odiosas que Temer começou, e espalhando sua ideologia fascistóide para constituir um governo bonapartista de direita.




Tópicos relacionados

Fake News   /    Eleições 2018   /    Bolsonaro   /    Haddad   /    Política

Comentários

Comentar