ELEIÇÕES 2018 - 2º TURNO

Bolsonaristas comemoram saudando a ditadura com bandeira escrito “Ustra Vive"

Em comemoração à vitória nas urnas de Bolsonaro, bolsonaristas hasteiam bandeira escrito "Ustra Vive".

domingo 28 de outubro| Edição do dia

Após a vitória do proto fascista Bolsonaro nas urnas, durante a comemoração, bolsonaristas hasteiam bandeira com o escrito "Ustra Vive". Carlos Alberto Brilhante Ustra foi o único torturador formalmente denunciado e condenado pelos crimes da ditadura.

Essa manifestação escancara o reacionarismo tanto do candidato que louva os torturadores, quanto de seus fãs. E expressa o ódio que ele tem contra as mulheres, os negros, os LGBTs, os trabalhadores, que historicamente lutaram contra toda opressão e exploração. Exaltando o momento mais sombrio, vergonho e terrível que o Brasil já viveu, que foi a Ditadura Militar.

Esse tipo de posição reacionária se fortalece nessas eleições manipuladas do início ao fim pelo judiciário com a tutela dos militares. E não representa a maioria nem mesmo dos eleitores do Bolsonaro, do qual grande parte não conhece as posições do próprio candidato. Devido as confusões causadas pelas fake news por medidas arbitrárias como a doTSE que proibiu que a apologia a tortura fosse denunciada.

Não devemos temer nem abaixar a cabeça para este tipo de absurdo e sim, nos organizar em todos os lugares de trabalho e estudo. Ele pode ter ganhado nas urnas, mas é nas ruas que vamos derrotar o avanço da extrema direita.




Tópicos relacionados

Tortura na Ditadura Militar   /    Brilhante Ustra   /    Eleições 2018   /    Bolsonaro   /    Ditadura militar   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar