Sociedade

PRIVATIZAÇÃO

Boeing quer comprar até 90% da nova Embraer

A multinacional norte-americana propôs comprar entre 80% e 90% da nova empresa que seria criada no processo da venda da Embraer.

terça-feira 6 de fevereiro| Edição do dia

Como já denunciamos aqui, desde o ano passado a Boeing vem tentando comprar a Embraer. A empresa brasileira, que ocupa a quarta posição mundial no setor de fabricação de aviões, peças aeroespaciais e etc, foi privatizada em 1994 no governo de Fernando Henrique Cardoso, de modo que mesmo o governo tendo minoria das ações, ainda tinha poder de veto nas decisões.

Hoje a Embraer já tem 85% de seus acionistas estrangeiros, porém, com a proposta da Boeing passaria de vez para as mãos de uma empresa imperialista.

O que impedia as negociações de se concretizarem era a intenção do governo Temer em manter o controle da parte de defesa da Embraer. Na nova proposta da Boeing, seria criada uma nova empresa que compraria toda a área de aviação comercial, deixando área de defesa com antiga empresa.

Para esse processo de avanço da privatização se concretizar, além das duas empresas chagarem a um acordo e a autorização do governo Temer, o plano deve ser submetido aos acionistas da empresa, que devem receber a maior parte do valor envolvido na transação.

Isso é apenas uma parte do plano de privatizações que o governo golpista de Temer vem avançando, que já conta com a entrega total da estatal de energia Eletrobrás e os aeroportos. Mostrando que o golpe veio pra descarregar a crise nas costas dos trabalhadores e vender o que resta das empresas públicas aos grandes empresários.

FOTO: AGÊNCIA BRASIL




Tópicos relacionados

Privatização   /    Sociedade   /    Economia

Comentários

Comentar