Mundo Operário

PARANÁ

Beto Richa cancela reajuste do funcionalismo, educadores paranaenses anunciam greve

No dia seguinte às eleições o governador do Paraná enviou emendas ao orçamento de 2017, que significam o calote do reajuste dos servidores públicos. Esse reajuste havia sido uma conquista da greve de 2015

terça-feira 4 de outubro| Edição do dia

Na sua emenda, o governador define que a reposição salarial só será paga depois de “implantadas e pagas todas as promoções e progressões devidas aos servidores”. Tudo condicionado “à comprovada disponibilidade orçamentária e financeira”.

O acordo fechado em 2015, que agora está sendo rompido, previa que em janeiro de 2017 seria paga a reposição da inflação de 2016 mais 1%. Em maio, seria paga a inflação acumulada até abril de 2017.

A disposição de greve dos professores já tinha se manifestado na última assembleia, com a aprovação da medida de força. Nesta quinta-feira, quando realizarão manifestações contra a reforma do ensino médio que Temer leva adiante, o conselho de representantes do APP-Sindicato vai se reunir para organizar a greve dos servidores.




Tópicos relacionados

Golpe institucional   /    Governo Temer   /    Greve professores Paraná   /    Professores   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar