Sociedade

CRIME AMBIENTAL

Barragens da Samarco causam inundações no Espírito Santo (ES)

Em Sooretama, Espírito Santo, as barreiras construídas pela Samarco para evitar que os rejeitos da tragédia de Mariana atingissem rios da região estão causando diversos inundações.

segunda-feira 12 de março| Edição do dia

Segundo os moradores, não chove forte na região a mais de um mês, e que os alagamentos ocorridos em Sooretama e Linhares são resultados das obras feitas pela Samarco, para conter os rejeitos de Mariana. A lagoa Juparanã transbordou e deixou diversas ruas alagadas e invadiu várias casas, fazendo com que vários moradores dos dois municípios saíssem de suas casas.

Enquanto a Samarco segue impune de seu crime ambiental, ocorrido em 2015, as tragédias não cessam e o meio ambiente e a população de Minas Gerais e Espírito Santo seguem pagando pelo preço da ganância da empresa. O caso de Mariana tem se somado a outros inúmeros onde empresários ficam impunes e usufruindo das riquezas que roubam mesmo em casos absurdos, apesar de provas, evidências de omissões e vítimas. Mais de dois anos depois, a ganância capitalista da Samarco continua destruindo vidas por todo caminha que a lama passou.




Tópicos relacionados

Minas Gerais   /    Tragédia Mariana   /    Sociedade   /    Meio Ambiente

Comentários

Comentar