Juventude

UERJ

Bandejão da UERJ é ocupado como protesto

quarta-feira 27 de setembro| Edição do dia

Nesta terça feira, 26/09, um grupo de alunos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) realizou uma ocupação do restaurante universitário. A ocupação do bandejão é uma medida de protesto contra o cenário de sucateamento da Universidade que tem como uma das formas de expressão o fechamento do restaurante desde fevereiro de 2016.

O campus do Maracanã é o único campus da Universidade que conta com um restaurante universitário. Além da falta de uma política de alimentação para os campus externos e o fechamento do bandejão no campus principal, os alunos da UERJ seguem com as bolsas em atraso. Os professores e técnicos também estão sem o 13° e sem seus salários de agosto. Nesta semana as trabalhadoras terceirizadas da limpeza entraram em greve pelo pagamento de seus salários.

A ocupação do bandejão da UERJ é uma expressão da indignação dos estudantes, que estão, junto a comunidade universitária, vivendo uma situação absurda imposta pelo governo do estado. Somos veementemente contra qualquer tipo de repressão e retaliação aos estudantes. Chamamos a toda a comunidade universitária a se solidarizar com a ocupação, apesar de não ter sido construída e votada junto a amplos setores de estudantes.

Chamamos os estudantes, técnicos e professores a debaterem nos organismos democráticos um posicionamento em relação à ocupação e sobre como encará-la no marco da necessidade de manter e aprofundar a luta em defesa da UERJ. Qualquer ocupação, para que sirva efetivamente para obter conquistas, precisa se massificar, ampliar o apoio da comunidade universitária, ser democrática e aberta a todos os setores da comunidade universitária.




Tópicos relacionados

#UERJResiste   /    UERJ   /    Juventude

Comentários

Comentar