CRISE NO RIO

Bancada do PT dividida quanto a condenação de PMDBistas

Dois do quatro deputados do PT-RJ, além de presidente regional do partido, se dizem favoráveis à libertação de Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, segundo informe.

sexta-feira 17 de novembro| Edição do dia

Segundo informe publicado esta manhã, a bancada o PT na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro não chegou a consenso quanto a seus votos com relação à prisão dos deputados estaduais do PMDB Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi.

De acordo com a reportagem, o PT do Rio de Janeiro chamou uma reunião pela manhã para decidir quanto ao voto da bancada. Embora não tenham chegado a um consenso, o presidente do partido no Estado, Washington Quaquá, fez uma declaração contrária à prisão dos corruptos.

Da bancada petista, composta por quatro deputados, André Ceciliano se manifestou contrário a manutenção das prisões preventivas e os deputados Gilberto Palmares e Waldeck Carneiro decidiram votar a favor.




Tópicos relacionados

Alerj   /    PT   /    Rio de Janeiro   /    Corrupção

Comentários

Comentar