Mundo Operário

ÔNIBUS LOTADOS

BRT no RJ continua lotado, em meio a tentativa de reabertura de Witzel e Crivella

Coletivos foram vistos abarrotados entre as 5h30 e as 8h no corredor expresso que liga Santa Cruz ao Terminal Alvorada.

segunda-feira 8 de junho| Edição do dia

Imagem: Hermes de Paula / Agencia O Globo

A cidade do Rio de Janeiro já registrou 6.707 mortes por conta da Covid-19 e Witzel quer reabrir os shoppings no próximo dia 17, mas uma realidade que se manteve durante todo o período de quarentena foram os transporte lotados de pessoas.

Nem Witzel nem Crivella garantem que haja condições de tratamento para o povo, os hospitais de campanha atrasaram e não estão prontos até agora. Alguns dos que foram inaugurados estão com 800 leitos vazios por falta de pessoal. Ao mesmo tempo, esses carrascos não dão condições para que o povo fique em casa, e para aqueles que tem que trabalhar, precisam enfrentar os ônibus lotados.

Nesta segunda-feira, os ônibus do BRT da Transoeste foram vistos circulando com excesso de passageiros, próximos à estação Mato Alto. No corredor expresso, que liga Santa Cruz ao Terminal Alvorada, coletivos abarrotados. As filas também podiam ser vistas no embarque, onde dezenas de pessoas aglomeradas aguardavam a chegada dos ônibus já com passageiros em pé, no sentido Alvorada.

Nem Witzel nem Crivella querem preservar a vida dos trabalhadores. Estão mancomunados com as grandes empresas que gerem os consórcios de transporte público no Rio. Seria necessário aumentar a frota, contratar pessoal e fazer uma limpeza correta dos coletivos, coisa que não é feita seriamente, como denunciamos nessa nota. Sabemos que para os patrões não se importam com nada disso, então defendemos que as empresas de ônibus sejam estatizadas, sob controle dos próprios trabalhadores




Tópicos relacionados

Wilson Witzel   /    rodoviários   /    Marcelo Crivella   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar