Internacional

BOLÍVIA

BOLÍVIA: Comunidades camponesas começam a cercar La Paz

segunda-feira 11 de novembro| Edição do dia

Milhares de camponeses começam a partir de El Alto para a cidade de La Paz, cercando a capital em rejeição ao golpe de estado. A polícia durante o dia reprimiu os manifestantes com balas. As Forças Armadas foram ordenadas a sair na rua, o que poderia levar a um salto na escalada repressiva que já matou três pessoas.

Ao grito da "guerra civil" milhares de camponeses estão indo de El Alto à cidade de La Paz, em repúdio ativo ao golpe contra o ex-presidente Evo Morales e seu vice, García Linera.

Desde a noite passada e hoje depois que o golpe foi consumado, a polícia saiu para reprimir os manifestantes que foram baleados e relataram pelo menos três mortos.

À tarde, as Forças Armadas foram ordenadas a intervir na segurança interna, aplicando o Plano "Sebastian Payer", que pode causar um verdadeiro banho de sangue popular.

Por sua vez, o jornal Pagina Siete afirma que os produtores de coca, "cocaleros", rejeitam a renúncia de Evo Morales e pedem resistência na cidade de Chimoré.

Notícias em desenvolvimento




Tópicos relacionados

Golpe de Estado Bolívia   /    Internacional

Comentários

Comentar