Economia

BNDES vai financiar liquidação de estatais para empresas privadas

o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) se prepara agora para servir de linha auxiliar para o projeto privatista de Paulo Guedes.

terça-feira 11 de fevereiro| Edição do dia

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social se prepara para financiar empresas privadas em leilões para facilitar a entrega de estatais ao imperialismo, seguindo a linha privatista de Paulo Guedes. BNDES estruturou um calendário que propõem pelo menos cinco leilões para agilizar a privatização em diversos estados.

Vale lembrar que Guedes anunciou no ano passado o novo marco legal do saneamento, determinando que BNDES teria um projeto para financiar planejamentos de saneamento, abrindo portas para a exploração do serviço pelas empresas privadas, facilitando com crédito o financiamento de dinheiro para a iniciativa privada comprar estatais através de leilões. Como afirma o diretor de Infraestrutura, Concessões e PPPs, Fábio Abrahão, em uma entrevista: “O banco avalia dar crédito para todos eles, mas vamos privilegiar uma composição com o setor privado”. O Banco prevê que o valor chegue a mais de R$ 40 bilhões nos leilões já propostos, além de parceria público-privada no Acre, Alagoas, Amapá, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Com águas podres no Rio de Janeiro, CEDAE se torna a grande oferta à venda neste projeto, estimulada pelo BNDS em R$ 32,5 bilhões. Witzel já chegou a declarar que o problema da água só será resolvido com a privatização, deixando óbvio seu apoio e a pressão do governo Bolsonaro a privatização. Como resultado desse desejo insaciável de privatização os cariocas se deparam com a água com gosto de barro e cheio de pútrido, fruto dessa enorme crise.

A dívida pública continua crescendo e querem que os trabalhadores pagarem por ela com a venda das estatais, roubando recursos dos trabalhadores e de toda população brasileiras, e subordinando a política do pais aos interesses do capital financeiro. Os serviços públicos são sucateados e a população quem fica desatendida! É necessário batalhar por uma economia que atenda a necessidade da classe trabalhadora e da população pobre, enfrentando os ataques impostos por governos como de Bolsonaro e fazer com que sejam os capitalistas que paguem pela crise deles.




Tópicos relacionados

Paulo Guedes   /    Governo Bolsonaro   /    Privatização da Água   /    Privatização   /    Economia

Comentários

Comentar