Mundo Operário

GREVE NA INDÚSTRIA

Avibrás demite e funcionários fazem greve

A Avibrás, indústria aeroespacial que produz sistema de defesa como mísseis, foguetes e veículos lançadores, esta com as atividades paralisadas desde a tarde de quarta feira, 31, quando teve início uma greve após a demissão de 117 funcionários na unidade de Jacareí. A empresa alega que o corte foi necessário em redução no ritmo de contratos. O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região contesta a justificativa e afirma que, nesta semana, a Avibrás anunciou ter assinado contrato para venda de 70 veículos lançadores de foguetes e mísseis, avaliados entre US$ 8 milhões cada um.

Guilherme de Almeida Soares

São José dos Campos

sexta-feira 2 de setembro| Edição do dia

De acordo com o diretor do sindicato, Sergio Henrique Machado: "A Avibrás vive um de seus melhores momentos financeiros. Não há ociosidade na produção. Ao contrário, está contratando funcionários’’.

Em nota, a empresa afirma que tentou negociar com o sindicato um pacote de benefícios aos demitidos. A entidade sugeriu, por sua vez, a adoção de um período de licença remunerada aos trabalhadores, mas não houve nenhum acordo.

A luta dos trabalhadores da Avibrás de Jacareí passa num momento em que o golpe institucional da direita foi consolidado. O motivo que esta direita ter dado um golpe no país, é porque o imperialismo exigia ataques e cortes muito mais profundos do que o PT já estava aplicando no ex – governo de Dilma. É verdade que com o ex - governo do PT, as demissões já estavam na casa dos milhões, mas com o governo golpista de Michel Temer, abre espaço para que este número aumente cada vez, devido á facilidade que os patrões vão encontrar para demitir.

Somente a luta dos trabalhadores e dos demais setores populares da sociedade pode derrubar o governo golpista de Michel Temer e barrar os ataques e privatizações que estão em curso. A força que possuem os trabalhadores é muito maior que tem o governo ilegítimo de Michel Temer, por isso que este golpista sai em todas as grandes imprensas falando que o país tem que alcançar a paz social. Por trás destes discursos dos golpistas existe um forte medo desta poderosa força social.

É preciso que cada pessoa que sai as ruas pelo Fora Temer, se solidarize ativamente com a luta dos trabalhadores. Somente a força daqueles dos trabalhadores junto com aqueles que estão nas ruas lutando pelo FORA TEMER é capaz de derrotar este governo golpista. Por sua vez, o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos precisa parar de se apoiar na visão de que os trabalhadores comemoraram a queda da Dilma e unificar a luta da Avibrás, com a mobilização dos trabalhadores da Embraer contra o PDV. Esta visão de que os trabalhadores apoiam a queda do governo Dilma, apenas desarma o sindicato e a classe para se enfrentar contra os fortes ataques que estão por vir.




Tópicos relacionados

Demissões   /    Greve   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar