Educação

PRECARIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA

Aumentos abusivos em Universidade Paulista provoca manifestações e prováveis transferências

A Uninove – Universidade Nove de Julho, vem ao longo dos anos ganhando espaço e notoriedade no cenário paulista acadêmico, tanto pela implementação de novos meios de ensino, como também pela conquista de boas notas no ENAD.

terça-feira 8 de janeiro| Edição do dia

*Denuncia de um estudante da Uninove via Esquerda Diário

Para que seu contingente de alunos se mantenha alto e crescente, a Universidade oferece no início de cada semestre, descontos na mensalidade cheia se pagar até o quinto dia útil. Esse recurso não é novidade e é aplicado em várias outras universidades. Além disso, ao iniciar o curso, geralmente, as mensalidades são bem baixas. O que faz com que o interesse e as “salas” encham rapidamente.

Como estudante do campi da Vila Prudente, posso dizer que quando iniciei a faculdade, a mensalidade não passava de R$ 400, 00, na verdade, no primeiro semestre nem chegava a R$ 400, 00, o que fez com que em 2014 iniciássemos a turma de Direito do Campi Vila Prudente.

Todos os semestres há um aumento real que é dito como diminuição dos descontos e por isso, supostamente, não teríamos direito de reclamar, já que desconto é concessão dada pela Universidade. Estamos entrando no NONO período a primeira turma da Vila Prudente e a mensalidade com desconto foi para R$ 1180, 00, o que torna impossível para a maioria pagar, e que nos leva a pensar que esses aumentos no final do curso é quase uma imposição já que falta tão pouco e o aluno não iria abandonar agora.

Não é preciso ser um expert em matemática pra ver que a mensalidade com desconto subiu 300% em 4 anos. Não é preciso ser um economista para perceber que essa taxa é impraticável. E nem é preciso ser um sociologista para perceber que 300% de aumento em 4 anos onera em excesso o grupo social em que ela é aplicada.

Nessa semana começou uma manifestação dos alunos de cada campi pedindo a redução dos aumentos que se tornaram insuportáveis.

As manifestações estão se realizando desde o dia 5 de janeiro pelo campi Vergueiro as 9 da manhã;
Dia 7 no campi Santo Amaro as 19 horas;
Dia 8 as 9 horas no campi Memorial;
Dia 9 as 19 horas no Campi Vila Prudente
;
Dia 10 as 9 horas no campi Vila Maria.

Você aluno Uninove, unam-se contra a aplicação de aumentos abusivos, mesmo que não tenha chegado até você “ainda” essa prática, acredite, ela chegará. E é agora, nesse momento que vamos aprendendo a lutar pelos direitos antes que eles nos sejam retirados de vez.

Lembrem-se, as universidades, faculdades, centros universitários, escolas particulares e afins, vivem de seus alunos numa relação de cliente e prestador de serviços. Se não tiverem seus clientes, as portas fecham, lutem!




Tópicos relacionados

Crise na Educação   /    Nossa Classe Educação   /    Educação   /    Educação

Comentários

Comentar