Sociedade

PREÇO DOS COMBUSTÍVEIS

Aumento dos combustíveis: quem paga a conta da reabertura?

A Petrobras anunciou ontem, 1° de julho, que aumentará os combustíveis: diesel e gasolina. O aumento vem junto com a reabertura de vários setores e no mesmo dia que diversos entregadores protestaram pelo Brasil por melhores condições de trabalho.

quinta-feira 2 de julho| Edição do dia

A Petrobras anunciou que aumentará pela terceira vez consecutiva o preço do diesel e pela sétima vez consecutiva o preço da gasolina. O maior aumento será no diesel, 6%, já a gasolina terá um aumento de 3%.

O diesel vem tendo aumentos sucessivos de 8%, 7% e agora de 6%. Esses aumentos praticados pela Petrobras acontecem em meio a pandemia e crise social instalada. Os combustíveis são essenciais para o funcionamento da sociedade e, inclusive, para que ambulâncias funcionem e remédios cheguem para quem precisa. A Petrobras, controlada por grandes investidores nacionais e internacionais, ataca seus trabalhadores e também ataca a população com aumentos nos preços dos combustíveis.

O aumento no preço do diesel e da gasolina vem com a previsão de que mais veículos voltem a circular com a abertura irresponsável levada pelos governadores e prefeitos e defendida pelo governo Bolsonaro. Enquanto os governantes reabrem comércios e serviços para agradarem os grandes empresários, a grande maioria da população ainda não foi testada para que consigamos controlar a propagação da Covid-19.

O aumento nos preços dos combustíveis foi anunciado no mesmo dia que entregadores de todo país se mobilizaram por melhores condições de trabalho. Os combustíveis são fundamentais para esses entregadores, e o aumento da gasolina afetará diretamente esse setor que se mobiliza em meio a pandemia.




Tópicos relacionados

Petrobras   /    Sociedade

Comentários

Comentar