Política

A AMIZADE DE AÉCIO NEVES E ZEZÉ PERRELA

Áudio entre Aécio e Perrela é mais uma amostra da podridão do Senado

O áudio divulgado pela imprensa ontem entre o senador afastado Aécio Neves e o senador Zezé Perrela (PMDB) mostram a podridão do senado e de todo regime. Em conversa com juramentos de “eu te adoro” ao final, Aécio Neves, padrinho político de Zezé Perrela, cobra o amigo de vida, como se definem no áudio, por uma postura diferente acerca das denúncias envolvendo Aécio. E como Aécio mesmo fala em seu áudio, a não ser que a campanha de Perrella tivesse acontecido na lua, os financiamentos de campanha foram os mesmos.

Flavia Valle

Professora, Minas Gerais

quarta-feira 31 de maio| Edição do dia

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Saiba mais: “Não faço nada de errado, só trafico droga”, diz Zezé Perrella à Aécio Neves

Esses investimentos vêm de escândalos de corrupção, caixa 2 e propinas de enormes empresas como a Odebrecht, JBS, Furnas e no superfaturamento da Cidade Administrativa em Belo Horizonte, sede do governo estadual. Esses são alguns dos escândalos que atingem em cheio a família Neves e que o torna rei das citações na Lava Jato.

Apesar de Aécio Neves dizer aflito em áudio que há de “separar o joio do trigo”, buscando separar a corrupção petista da que envolve seu clã psdista, a verdade é que a forma de corromper dos partidos é a mesma no capitalismo: usar o estado e suas instituições como o senado como balcão de negócios a serviço dos interesses da burguesia.

Zezé Perrela também chega a dizer no áudio, em tom irônico, que não faz nada de errado, “apenas” trafica drogas. E arranca risadas do amigo em meio à conversa. Isso porque, além dos escândalos de corrupção, Perrela ficou nacionalmente conhecido após seu helicóptero ter sido apreendido com meia tonelada de pasta-base de cocaína. Apesar da já conhecida fama de Perrela como traficante de grande porte, sua impunidade mostra também a podridão do judiciário, que em nada é neutro e imparcial e também defende interesses dos políticos e empresários, já que enquanto a juventude negra é assassinada nos morros e comunidades e é encarcerada, como Rafael Braga, que foi preso pelo "absurdo" de portar Pinho Sol, solto depois de dois anos e preso novamente injustamente por flagrante forjado de porte de algumas poucas gramas de drogas, sendo agora condenado a 11 anos de prisão, os grandes traficantes de colarinho branco ocupam cadeiras no senado federal e decidem os rumos de nossas vidas, aprovando ataques e retirando nossos direitos.

Esse áudio é uma afronta aos trabalhadores e à juventude e mais uma mostra de que o senado é uma instituição arcaica que tem como única finalidade concentrar grande nomes da política nacional em um enorme buffet da corrupção, onde grandes e corruptoras empresas servem-se à vontade comprando os membros da Casa para que aprovem projetos de seus interesses. É também mais uma mostra de como o senado representa as camadas mais privilegiadas de políticos que servem às classes dominantes. Esse mesmo senado que hoje rasga a constituição, quer aprovar leis para as pessoas trabalharem até morrer, quer rasgar também a CLT e prepara-se para ser a via por onde garantir a implementação do golpe dentro do golpe, através de eleições indiretas.

A cada novo dia, uma nova declaração polêmica, um novo ataque ou a divulgação de novos absurdos. Cada acontecimento como esse só pode servir para encher os trabalhadores e a juventude ainda mais ódio, que movimente e fortaleça a luta. A classe trabalhadora entrou em cena a partir do dia 15 de março, com a greve geral de 28 de abril e mostrou sua disposição junto à juventude sendo dezenas de milhares em Brasília no último dia 24. Mas agora é cada vez mais urgente que a raiva de cada trabalhador, de cada jovem, seja transformada na ânsia parar o país até derrubar cada reforma e esse governo golpista. As centrais sindicais deixaram indicado uma nova greve geral para a última semana de junho e essa nova greve geral deve ter como centro a luta para derrubar as reformas, que apenas nos atacam.

Mais que isso, queremos impor uma nova Constituinte, que parta de revogar todas as reformas e os ataques aprovados por esse Senado podre e implementados por esse Congresso carcomido a mando do atual governo golpista. Uma Constituinte que se choque diretamente contra esse mar de esgoto que é o sistema político brasileiro e o senado, essa instituição arcaica que serve como um antro de políticos corruptos e privilegiados, com salários milionários e super-benefícios, acabando também com a farra dos privilégios impondo que todo político ganhe como uma professora, assim como que estatize as grandes empresas privadas corruptoras, como JBS e Odebrecht, e que coloque na mesa os grandes temas da política nacional, permitindo que sejam os trabalhadores e a juventude a fazer política e não as velhas famílias, clãs e partidos e coligações políticas que dominam a política nacional hoje, batalhando também nesse terreno para serem os capitalistas a pagarem pela crise.




Tópicos relacionados

Aécio Neves   /    Senado   /    Política

Comentários

Comentar