Educação

SARTORI AMEAÇA GREVISTAS

Audiência com tom de ameaça Sartori reafirma o atraso de salários

quinta-feira 28 de setembro| Edição do dia

Em audiência realizada hoje em caráter de urgência chamada pelo governo Sartori com o comando de greve estadual, o governo reafirma o que publicou em sua página e para a mídia de que irá atrasar os salários dos servidores estaduais e dizendo que os professores devem voltar para as escolas.

A estratégia do governo Sartori é utilizar o novo calendário de pagamento para tentar dividir o movimento grevista que segue forte no RS com adesão de aproximadamente 70% da categoria de trabalhadores e em educação e tentar dobrar a opinião pública em relação à greve dos professores.

VEJA MAIS "A unidade necessária para derrotar Sartori e Marchezan"

Com o pagamento de R$ 1.750,00 reais atingirá na íntegra o salário de apenas 40% do conjunto dos servidores estaduais. O próximo pagamento está anunciado só para o dia 11/10, logo a maioria da categoria não irá receber nada até essa data.

Falando em justiça social o governo se utiliza da miséria em que vive os servidores fruto de seus próprios ataques para dizer que esse novo calendário serve para pagar aqueles que ganham menos e ao mesmo tempo quer indenizar os servidores pelos 21 parcelamentos de salários utilizando como critério os índices da poupança, sendo que a categoria amarga uma falência por conta dos altíssimos juros do cheque especial que passam longe dos juros da poupança.

O momento é de avançar ainda mais na luta e não cair na manobra desse governo que já é o mais odiado em toda a história do RS e que se utiliza da crise do estado para jogar a conta nas costas dos trabalhadores.

Os trabalhadores em educação do RS mostram o caminho e são uma ponta de lança para retomar o caminho da greve geral para que os ricos paguem pela crise.

Chamamos todos e todas trabalhadores, juventude e população em geral do RS para estarem amanhã na assembleia geral do Cpers que será realizada as 8:30hrs no Gigantinho e depois participarem do ato unificado que está marcado para o Largo Glenio Peres na capital gaúcha.

A LUTA DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DO RS É A LUTA DE TODOS OS TRABALHADORES!




Tópicos relacionados

Servidores Públicos   /    Sartori   /    Greve Professores RS   /    Educação   /    Educação   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar