SANTIAGO MALDONADO

Ato internacionalista pela aparição de Santiago Maldonado em São Paulo

sexta-feira 1º de setembro| Edição do dia

Santiago Maldonado da comunidade Mapuche, Argentina está desaparecido faz um mês desde uma ação repressiva da polícia na comunidade. O jovem Santiago, foi visto pela última vez sendo abordado pela polícia em um ato que reivindicava a liberdade de um líder Mapuche que está preso pelas ações que realizou junto a comunidade pelo direito a terra.

Diana Assunção, Dirigente do MRT e trabalhadora da USP fala diretamente do Ato em São Paulo:

Hoje na frente da embaixada argentina, militantes do MRT ( movimento revolucionário de trabalhadores), e também de outras organizações que solidarizam com essa questão fizeram um ato exigindo que o governo argentina apareça com Santiago Maldonado com vida. O ato fez parte de uma ação solidaria internacionalista que foi idealizada pelo PTS na Frente de Esquerda, e está gerando grande mobilidade social na Argentina, onde a população vem questionando o presidente Macri e sua polícia violenta. A Argentina na década de 70 criou uma grande rede de solidariedades das chamadas "mães de maio", em torno dos filhos desaparecidos políticos durante a ditadura militar. Esse grupo que atua até hoje em busca de justiça e investigação sobre seus filhos também tem se mobilizado querendo saber onde está Santiago Maldonado.

A campanha pela aparição de do jovem mapuche tem tomado folego na Argentina, mas esta campanha deve seguir com proporções internacional, por isso seguimos querendo saber na Argentina, no Brasil, no Chile, no México e no mundo. "Onde está Santiago Maldonado? Com vida o levaram, com vida o queremos". Que nenhum jovem, trabalhador, pertencente a qualquer movimento social que lutam contra as injustiças sociais sejam punidos. Não podemos admitir que ninguém suma por lutar.


Também leia: Caso Maldonado: o que a promotora esconde




Tópicos relacionados

PTS   /    Argentina   /    Internacionalismo   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar