Educação

Ato em defesa da UERJ reúne estudantes, professores e funcionários

quarta-feira 18 de janeiro de 2017| Edição do dia

Hoje, quarta-feira (18) às 10h, ocorreu um ato em defesa da UERJ que se concentrou no Largo do Machado e se encaminhou até o Palácio Guanabara. O ato foi organizado pelos estudantes calouros do curso de Direito e reuniu demais estudantes da universidade, professores e funcionários.

Atualmente a UERJ passa pro uma crise profunda pode vir a fechar suas portas. Verificou-se com isso atos e mobilizações sucessivas e um apoio massivo da população, de instituições federais, coletivos do movimento estudantil e associações estudantis.

Essa crise que afeta a UERJ corresponde, sem sombra de dúvidas, a crise do governo estadual o qual sem hesitar, descarrega todo o ônus da crise sobre classe trabalhadora. Ao passo que esta se intensifica ainda mais, se pode notar que o Estado do Rio de Janeiro continua assegurando os lucros dos capitalistas através das milionárias isenções fiscais, do pagamento da dívida pública e das obras bilionárias dos mega eventos.

Os trabalhadores e a juventude não pagarão pela crise. A crítica que se deve fazer é justamente aquela que diga respeito ao não pagamento da dívida pública e questione os lucros milionários de empresários e empreiteiros. Não só isso, a luta em defesa da UERJ exige que sejam pagas imediatamente as bolsas atrasadas dos alunos de iniciação científica e cotistas, os salários atrasados dos servidores,técnicos e professores, bem como dos trabalhadores terceirizados.

O corpo docente e discente e os trabalhadores da universidade continuam em luta e resistirão aos ataques impostos pelo governo do PMDB.




Tópicos relacionados

Crise no Rio de Janeiro   /    UERJ   /    Educação   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar