31M

Ato em Campinas contra as reformas, reúne cerca de 500 pessoas

Nesta manhã, no dia nacional de mobilização contra os ataques de Temer, aconteceu no centro de Campinas ato contra os ataques do governo golpista.

sexta-feira 31 de março de 2017| Edição do dia

Com grande presença de secundaristas da cidade e de professores da rede estadual e municipal, o ato marcado para às 9 da manhã em Campinas, contou com cerca de 500 pessoas protestando contra a reforma da previdência, a reforma trabalhista e os demais ataques que o governo quer usar para atacar os trabalhadores.

(Grazi Rodrigues, professora da rede estadual, Militante do MRT e do coletivo de mulheres Pão e Rosas, direto do ato do dia nacional de mobilização em Campinas, interior de São Paulo, repudia os ataques do governo Temer e chama todos a construir um plano de luta para enfrentá-los.)

O ato foi chamado no dia 31M, que agendado pelas centrais sindicais, marca um dia de paralisação nacional contra os ataques de Temer, e que está sendo feito em diversas cidades do país. Após o 15M a população mostrou que é possível barrar os ataques de Temer. Contudo, ainda é preciso que as centrais sindicais como CUT e CTB coloquem para ontem a necessidade de uma greve geral, e construa um plano de lutas para barras os ataques.




Tópicos relacionados

31M dia nacional de paralisação   /    Campinas

Comentários

Comentar