Política

Ato do MTST fecha Avenida Paulista contra a paralisação do Minha Casa, Minha Vida

Ontem (31) duas vias da Avenida Paulista foram tomadas por milhares de manifestantes a partir de um protesto realizado pelo MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) que se posicionaram em frente a sede da Caixa Econômica para reivindicar o retorno das contratações do programa habitacional em sua faixa subsidiada para entidades não governamentais.

Vanessa Oliveira

Professora do ABC

quinta-feira 1º de fevereiro| Edição do dia

O protesto que se iniciou a tarde, permaneceu até o início da noite, que foi quando os manifestantes conseguiram participar de uma reunião na sede da Caixa.

O programa Minha Casa, Minha vida Entidades, que foi criado para subsidiar as unidades habitacionais as familiais que fazem parte das cooperativas habitacionais, e demais entidades sem fins lucrativos, opera com recursos do FDS ( Fundo de Desenvolvimento Social), desde 2009. Porém segundo o MTST desde 2016, devido a portaria 186, o financiamento foi cancelado, o que desde então impediu a construção de mais de 11 mil moradias.




Tópicos relacionados

MTST   /    Minha Casa Minha Vida   /    São Paulo (capital)   /    Política

Comentários

Comentar