Educação

CNPq

Ato-debate na Unicamp reúne dezenas contra corte de Temer no financiamento de pesquisas

Nesta quinta, 17 de agosto, ocorreu no Salão Nobre da Faculdade de Educação (FE) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) um ato-debate contra o contingenciamento e o corte de bolsas do CNPq impulsionado pelas pós-graduações dos institutos de humanidades.

quinta-feira 17 de agosto| Edição do dia

Por conta do teto de gastos aprovado no fim de 2016 (PEC 55), o governo golpista de Temer não quer desbloquear o orçamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o que acarretará no não pagamento de 90 mil bolsas de pesquisa e já cortou bolsas na UFRJ, sendo que o CNPq é a principal agência de fomento à pesquisa do país. O orçamento seria de R$1,3 bilhão, mas o contingenciamento permite somente que 56% seja utilizado (cerca de R$730 milhões) e já foram gastos R$672 milhões.

Hoje, quinta (17), houve na Faculdade de Educação da Unicamp o “Dia de Luta em Defesa do Financiamento da Pesquisa no Brasil e Contra o Contingenciamento de Recursos do CNPq”, evento organizado pelas pós-graduações da Faculdade de Educação e do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da universidade para se manifestar contra o contingenciamento do governo golpista no CNPq. O evento contou com pelo menos uma centena de pessoas, entre graduandos, pós-graduandos e docentes.




Tópicos relacionados

PEC 241/55   /    Governo Temer   /    Unicamp   /    Universidade   /    Educação   /    Campinas   /    Juventude

Comentários

Comentar