Educação

UFRGS

Ato de estudantes em frente à UFRGS é reprimido pelo Choque

quarta-feira 15 de maio| Edição do dia

Dezenas de estudantes de diversos cursos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul em luta contra os cortes de Bolsonaro nas universidades se reuniram em frente ao prédio de Arquitetura e fecharam uma das avenidas de acesso à universidade em Porto Alegre e, em poucos minutos, foram interrompidos pela truculência da tropa de choque.

O ato, que aconteceu pela manhã, ainda não era o ato central do dia nacional de paralisação da educação, mas o dia de lutas já começou com essa repressão em Porto Alegre, como resposta dos governos reacionários como o de Eduardo Leite e o de Jair Bolsonaro à imensa disposição da juventude de derrotar seus ataques em aliança com os trabalhadores.

Após a repressão, centenas de pessoas se reuniram na Faculdade de Educação da UFRGS e trancaram algumas ruas no entorno. Ao final da tarde, ocorrerá uma concentração na universidade e uma caminhada até a Esquina Democrática no centro de Porto Alegre para o ato principal que começa às 18 horas.




Tópicos relacionados

UFRGS   /    Educação

Comentários

Comentar