Mundo Operário

GREVE NACIONAL DOS CORREIOS

Ato da greve dos correios reúne centenas em SP e mostra forte disposição de luta

Na manhã de hoje (8), centenas de trabalhadores dos correios de todo o Estado de São Paulo se reuniram em mais uma manifestação da forte greve nacional da categoria, que luta contra a privatização da empresa e os ataques de Guedes e Bolsonaro que estão descumprindo mais de 70 pontos do acordo coletivo.

terça-feira 8 de setembro| Edição do dia

A manifestação, que reuniu quase mil trabalhadores em greve, aconteceu em frente ao maior Centro de Tratamento Principal (CTP) do país, no bairro do Jaguaré em São Paulo, um local simbólico para essa luta em defesa de uma empresa pública tão estratégica para o país. Os manifestantes grevistas fizeram piquete na entrada do prédio e se dirigiram a todos os trabalhadores que ainda não aderiram à greve, colocando a importância de fortalecer essa luta frente aos ataques e as arbitrariedades da justiça e da empresa que já estão cortando salários.

Veja cobertura ao vivo do ato nesta manhã:

|São Paulo| Manifestação estadual dos trabalhadores dos Correios em greve

Publicado por Esquerda Diário em Terça-feira, 8 de setembro de 2020

Durante o ato, os trabalhadores em greve realizaram uma performance para denunciar os responsáveis pelos ataques que a categoria vem sofrendo. Carregando um caixão com as fotos de Bolsonaro e também do general Floriano Peixoto, presidente dos Correios, os trabalhadores dançavam ao som da "música do caixão", que ficou conhecida durante a pandemia.

Esses trabalhadores essenciais, que nem mesmo tiveram direito a fazer quarentena, estão sendo atacados brutalmente pelo governo, que faz um discurso hipócrita sobre um suposto privilégio dos funcionários públicos para avançar numa reforma administrativa que vai manter intacto os super-salários do alto escalão de militares, juízes e políticos enquanto tenta descarregar a crise nas costas dos trabalhadores, garantindo a entrega de recursos públicos ao pagamento da fraudulenta dívida publica que enriquece banqueiros nacionais e internacionais.

A Bancada Revolucionária de Trabalhadores que apresenta uma pré-candidatura coletiva para vereador em São Paulo esteve presente no ato com o pré-candidato Marcelo Pablito e a Juventude Faísca - Anticapitalista e Revolucionária:

Bancada Revolucionária de Trabalhadores e Juventude Faísca diretamente do ato estadual da greve dos trabalhadores dos...

Publicado por Marcello Pablito em Terça-feira, 8 de setembro de 2020

O plano de Guedes é explicito, quer precarizar ainda mais as condições de trabalho da categoria rebaixando seus direitos para baratear os custos da empresa e entregá-la a preço de banana nas mãos da iniciativa privada que vai prestar um serviço pior e mais caro à população. Por isso a luta dos trabalhadores dos correios em defesa da empresa e seus direitos trabalhistas é a mesma de toda população, cerquemos essa greve de solidariedade como parte de uma grande batalha para que sejam os capitalistas que paguem pela crise.




Tópicos relacionados

Reforma Administrativa   /    Governo Bolsonaro   /    Greve dos correios   /    Correios   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar