MACHISMO E LBGTQIFOBIA

Ato contra seminário LGBTQIfóbico e machista promovido pela PUC-RIO tem ampla repercussão

Ato convocado pelo Coletivo Madame Satã, da Puc-Rio, em repúdio ao "Seminário de Ideologia de Gênero" promovido por essa universidade e ministrado por Dom Antônio Augusto - membro da ala conservadora da Igreja Católica - vem tendo ampla repercussão nas redes sociais e na mídia burguesa, com apoio de movimentos sociais e parlamentares.

quarta-feira 16 de agosto| Edição do dia

Ato convocado pelo Coletivo Madame Satã, da Puc-Rio, em repúdio ao "Seminário de Ideologia de Gênero" promovido por essa universidade e ministrado por Dom Antônio Augusto - membro da ala conservadora da Igreja Católica - vem tendo ampla repercussão nas redes sociais e na mídia burguesa, com apoio de movimentos sociais e parlamentares.

No país que mais mata homossexuais e pessoas trans no mundo, a Puc-Rio promove um seminário que promove a exclusão, LGBTQIfobia e a homofobia por trás do discurso da "Ideologia de Gênero".

Amanhã haverá uma plenária as 14 horas entre as frentes que estarão presentes no ato para definir a linha e estrategia do que acontecerá no sábado também as 14 horas no dia 19 de agosto, às 14h, no Auditório Pe. Anchieta da PUC-Rio.

O que a igreja quer fazer crer é que o debate sobre o gênero em casa ou na escola é que vai orientar qual será a sexualidade de uma criança, essa compreensão absurda gera exclusão e angustia e torna a vida dos LGBTQI muito mais difícil de ser vivida, pois desde pequenos são excluídos, repreendidos e assassinados justamente por não ter sua sexualidade reconhecida como própria de seu ser.

O coletivo Madame Satã fez questão de fazer 3 notas altamente explicativas de sua posição: NÃO À HEGEMONIA DA IDEOLOGIA CRISTÃ #1 #2 e #3

O evento foi divulgado pelo Jornal O Globo, que como de se esperar somente procurou a posição de Dom Augusto e da Arquidiocese, não procurando em nenhum momento o coletivo. Link aqui

Quem também mobilizou-se para a convocação do ato foi o parlamentar David Miranda, do PSOL e do MES, divulgando o ato em seu perfil no Facebook.

Amanhã haverá uma plenária as 14 horas entre as frentes que estarão presentes no ato para definir a linha e estrategia do que acontecerá no sábado também as 14 horas no dia 19 de agosto, às 14h, no Auditório Pe. Anchieta da PUC-Rio.

Kellvin, militante do Coletivo Madame Satã também nos mandou nota em colaboração ao Esquerda Diário, e pode ser encontrada aqui.




Tópicos relacionados

PUC-RIO   /    Igreja Católica   /    Homofobia e Transfobia   /    LGBT

Comentários

Comentar