REPRESSÃO EM CAXIAS DO SUL

Ato contra golpe em Caxias do Sul termina com advogado negro espancado e 4 presos

Repressão brutal em Caxias do Sul durante ato contra o golpe. Um advogado negro foi brutalmente espancado pela polícia, seu filho e mais duas pessoas foram detidas.

quarta-feira 31 de agosto| Edição do dia

Centenas de pessoas se reuniram no centro de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul nessa quarta-feira para protestar contra o golpe e levantando a bandeira do Fora Temer!

Ao término do ato, quando as pessoas já dispersavam, a brigada militar abordou alguns manifestantes e um advogado foi ajudá-los. A reação da polícia foi de extrema violência e racismo. Não por acaso o advogado era negro. Video do Midia Ninja que pode-se ver abaixo, mostra a truculência e bestialidade com que os policiais espancaram o advogado de maneira gratuita.

Logo após essa lamentável cena, o advogado, os dois manifestantes abordados e o filho do advogado (que foi em defesa de seu pai), foram levados a delegacia. Os três primeiros foram liberados e o filho do advogado continua detido por tentativa de homicídio.

Os policiais que abusaram da autoridade devem ser devidamente punidos. Não podemos aceitar esse tipo de barbaridade contra nossos direitos mais elementares, como o de livre manifestação.

A repressão policial vem para barrar qualquer contestação ao golpe e aos ataques que já estão vindo e se intensificarão. Sabemos que a intenção de Temer é despejar a grave crise econômica nas costas dos trabalhadores e da juventude, mas com isso vai haver resistência.

A luta continua. Não deve haver nenhuma punição aos manifestantes. É necessário garantir o direito de livre manifestação da juventude e dos trabalhadores.




Tópicos relacionados

Golpe institucional   /    Governo Temer   /    Michel Temer   /    Caxias do Sul   /    Impeachment   /    Repressão   /    Violência Policial

Comentários

Comentar