PORTO ALEGRE

Ato contra a Reforma da Previdência ocorre hoje em Porto Alegre

Ocorrerá hoje, quinta-feira/14, um ato contra a Reforma da Previdência às 18h na Esquina Democrática em Porto Alegre. O chamado é encabeçado pelo Sindisaúde e assinado pelas centrais sindicais.

quinta-feira 14 de fevereiro| Edição do dia

É o primeiro ato do ano convocado contra a Reforma da Previdência que Bolsonaro e seu ministro ultraliberal Paulo Guedes querem aplicar para nos fazer trabalhar até morrer. Ocorre no mesmo dia em que Bolsonaro promete anunciar a proposta fechada de idade mínima e outros pontos da reforma da previdência.

A extrema-direita a serviço dos capitalistas quer aumentar o tempo de trabalho para todos os trabalhadores, inclusive para as mulheres que já enfrentam dupla-jornada com o trabalho doméstico imposto pelo patriarcado. Querem que a classe trabalhadora dê ainda mais anos de sua vida para enriquecer os patrões, fora outras medidas que visam cobrar mais do trabalhador por benefícios menores. Enquanto isso, dão carta branca pra diversas empresas sonegarem bilhões da previdência.

O ato está sendo convocado apenas em Porto Alegre e sem grande esforço das centrais para sua convocação. Essa construção do ato não corresponde ao tamanho da batalha colocada e à real necessidade de organizar e mobilizar a classe trabalhadora para barrar a reforma.

É necessário que os sindicatos e as centrais sindicais nacionalmente rompam com a trégua que estão dando a Bolsonaro. É necessário exigir em cada categoria que convoquem assembleias para organizar os trabalhadores e levar adiante um enfrentamento sério contra a reforma. Apenas a força da classe trabalhadora voltada contra Bolsonaro e os capitalistas pode impedir os planos de nos fazer trabalhar até morrer.




Tópicos relacionados

classe trabalhadora   /    Rio Grande do Sul   /    Jair Bolsonaro   /    Reforma da Previdência   /    Porto Alegre   /    Centrais Sindicais

Comentários

Comentar