Política

CONTRA O GOLPE

Ato contra o golpe em Curitiba

Na noite do dia em que o golpe foi consumado, uma luz no fim do túnel surge na republiqueta de Curitiba. Milhares de pessoas tomaram as ruas e trancaram as principais vias da cidade. O cenário não era de LUTO, mas sim de LUTA.

quarta-feira 31 de agosto| Edição do dia

De maneira espontânea, organizada e horizontal, a manifestação decidiu os rumos que tomaria e deu trabalho para a Polícia Militar se manter informada do trajeto (que acompanhou o ato sem nenhum problema), as massas tomaram as ruas e o grito "presidente sem voto" foi ouvido pela sociedade curitibana, em sua maioria, anti-petista, anti-esquerda, anti bom-senso.

O ato, que seguiu de forma pacífica, serviu para lavar a alma de cada um que lá estava presente. O sentimento de revolta não irá passar batido, a resposta será dura e direta, não aceitaremos um golpe estando de cabeças baixas. O grito que mais ouviu-se ser entoado era o "NÃO TEM ARREGO", isso reflete a expectativa do povo combativo de Curitiba.

Um novo ato foi marcado para amanhã, as 18h na praça 19 de dezembro. Essa nova fase será marcada pela RESISTÊNCIA, e pela LUTA.

FORA TEMER!




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Política

Comentários

Comentar