Negr@s

Ato "21 Dias Contra o Racismo"- Combate ao Racismo e Capitalismo

Hoje às 17h no Teatro Municipal em São Paulo

segunda-feira 20 de março| Edição do dia

Há 57 anos atrás ocorria na África do Sul, durante o regime do Apartheid , o que ficaria conhecido como “O Massacre de Shaperville”, que era um ato pacífico contra a “Lei do Passe”, que impunha aos cidadãos negros da África do Sul, o porte de um passaporte para poder ter acesso às regiões centrais das cidades, estando assim presos aos bairros periféricos caso não tivessem autorização para trabalhar nas regiões centrais, nas quais moravam a parcela rica e branca do país. A situação precipitou um regime de segregação racial adotado de 1948 a 1994 pelos sucessivos governos do Partido Nacional na África do Sul, no qual os direitos da maioria negra dos habitantes foram cerceados pelo governo formado pela minoria branca.

No dia 21 de março de 1960, milhares de manifestantes caminhavam passivamente quando, sem nenhum aviso, a polícia decidiu abrir fogo contra os manifestantes. Isso resultou em 69 mortos e mais de 180 feridos. O mesmo ocorreu em Langa, na periferia da Cidade do Cabo, onde houve mais 3 mortos e 26 feridos. Como forma de lembrar este dia, foi instituído o “Dia internacional Contra a Discriminação Racial”.

Amanhã se conclui uma jornada de 21 dias de ações de combate ao racismo e o capitalismo com um ato simbólico em frente ao Teatro Municipal onde surgiu o Movimento Negro Unificado em 1978 marcando esse dia também como parte do combate ao racismo e a exploração capitalista.

 

 

Assinam esse chamado:

Rapper Luana Hansen - Movimento Cultural das Favelas - DNA - África (Diásporas das Nações africanas) - IdentidÁfrica - Biblioteca Virtual de Literatura Afro e Afins -Sarau da São Remo - Coletivo Cláudias - Encontro AFRO-SP – Coletivo Tapera Taperá – Produção Preta – Emmy Cultura dos Tambores – Casa Casilêoca de Cultura – Coletivo Negrume - Secretaria de Negras e Negros do Sintusp – Secretaria de Negras e Negros dos Metroviários de São Paulo – Esquerda Diário – Juventude Faísca: Anticapitalista e Revolucionária – Coletivo Negro Minervino de Oliveira – Coletivo Negro Quilombo Raça e Classe/ SP – Movimento Hip-Hop O3 (Ouvir, Ousar, Organizar) – Secretaria de Negros do PSTU – Centro Acadêmico Professor Paulo Freire (Pedagogia/ USP) – Centro Acadêmico Ciências Sociais da Fundação Santo André – Centro Acadêmico da UFABC – Sindicato dos Trabalhadores da UFABC – Restaurante Vegetariano Congolês Congolinária – Professores Pela Base – Levante Negro – Secretaria Contra as Opressões do Sindsef/SP - Coletivo Mãos Negras (Presidente Prudente/ SP) - Coletivo de Estudantes Negros Dandara (Assis/SP)




Tópicos relacionados

Racismo   /    História do povo negro   /    Movimento Negro   /    Negr@s

Comentários

Comentar