Internacional

ATENTADO LÍBANO

Atentado com carro-bomba em um campo de refugiados no Líbano

Um responsável militar do movimento nacionalista palestino Al Fatah morreu nesta terça em um atentado com carro-bomba perto do campo de refugiados palestinos de Ain el Helu

quarta-feira 13 de abril de 2016| Edição do dia

Foto: EFE

Ain el Helu é o maior campo de refugiados do Líbano, situado na periferias da cidade meridional de Sídon.

A vítima é Fathi Zeidan, conhecido como "O Zorro" e responsável no campo de refugiados de Mieh Mieh, tmbém em Sídon, informaram a EFE fontes militares.

O veículo eexplodiu quando Zeidan saia de uma reunião em Mieh Mieh, adjacente com o campo de Ain el Helu, ao meio dia do horáio local.

Uma coluna de fumaça preta elevou-se da zona que foi isolada pelas tropas libanesas.

Em um comunicado, o exército informou que um kilograma de explosivos foi colocado no carro da vítima, da marca BMW, porém não ofereceu mais detalhes sobre o ataque.

A segurança dos campos palestinos está nas mãos dos comitês populares, enquanto que as forças de segurança libanesas só controlam suas entradas e saídas.

Os refugiados palestinos residentes no Líbano carecem de direitos sociais e civis e têm um acesso muito limitado aos serviços públicos, a razão da maioria depender inteiramente dos serviços da Agência de Nações Unidas para os refugiados da Palestina em Oriente Próximo (UNRWA) para satisfazer suas necessidades.

Ao redor de 450.000 palestinos habitam em 12 campos de refugiados ao longo do país e a discriminação dentro da sociedade libanesa segue sendo predominante.




Tópicos relacionados

Europa   /    Internacional

Comentários

Comentar