Política

ENTRE AMIGOS

Atentado à sua inteligência: Gilmar Mendes julgará Aécio com imparcialidade

Um dos responsáveis pelo julgamento de Aécio Neves (PSDB), é o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes que, em outras oportunidades, já favoreceu o tucano, agora afastado do cargo de senador.

terça-feira 23 de maio| Edição do dia

Cada vez mais a atuação política do Judiciário fica evidente frente a crise política na qual o Brasil se afunda. Certamente um dos pontos que chama atenção na Lava Jato é o quanto o ministro Gilmar Mendes já favoreceu o tucano Aécio Neves.

Neste ano, antes da bomba que foi a delações da JBS, o ministro já havia contribuído com a impunidade de Aécio Neves. Ele suspendeu um interrogatório do tucano no caso Furnas, determinou que todos os testemunhos fossem disponibilizados e proibiu a Polícia Federal de "surpreender" o mineiro. No mesmo dia um grampo telefônico mostra uma ligação de Aécio a Gilmar pedindo ajuda sobre a votação da lei sobre abuso de autoridade.

Agora Aécio está ameaçado de ser preso, após ser afastado do cargo no senado. Ele foi citado na delação de Joesley Batista, da JBS, e aparece em gravação pedindo R$2 milhões ao empresário. O empresário chegou a dizer ter solicitado a Aécio que parasse de lhe pedir dinheiro!

Quem o julgará no STF junto aos demais ministros é Gilmar Mendes, com todo seu histórico de favorecimento ao ex-senador. Não se pode ter nenhuma confiança nesta justiça, que faz acordos de impunidade com o empresariado corrupto e vem garantindo também que políticos corruptos como Aécio Neves saiam ilesos e continuem a sugar as verbas públicas enquanto destroem nossos direitos.




Tópicos relacionados

Aécio Neves   /    Gilmar Mendes   /    STF   /    Política

Comentários

Comentar