Internacional

SÍRIA

Ataques da coalizão internacional matam 42 civis no norte da Síria

terça-feira 29 de agosto| Edição do dia

Imagem: Zohra Bensemra/ Reuters

Ao menos 42 civis, incluindo 19 menores de idade, morreram na segunda-feira em bombardeios da coalizão liderada pelos Estados Unidos em Raqqa, reduto do grupo Estado Islâmico (EI) na Síria, informou a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Doze mulheres estão entre as vítimas dos ataques, que atingiram vários bairros da zona norte da cidade, onde a coalizão apoia a ofensiva de uma aliança de combatentes árabes e curdos contra os extremistas.

No domingo, 27 civis, incluindo várias crianças, faleceram nos ataques aéreos da coalizão internacional contra uma zona residencial de Raqqa, norte do país.

O diretor do Observatório, Rami Abdel Rahman, afirmou que civis morrem a cada dia nos ataques da coalizão, formada por dezenas de países e que dá apoio aéreo crucial às Forças Democráticas Sírias (FDS), uma aliança árabe-curda que busca expulsar o EI de Raqqa.

Informações da agência AFP




Tópicos relacionados

Guerra na Síria   /    Síria   /    Internacional

Comentários

Comentar