Negr@s

RACISMO

Atacante Marega se revolta com ofensas racistas e deixa o campo

Neste domingo no estádio Dom Afonso Henriques em Portugal Revoltado com os insultos racistas da torcida mandante, o atacante Marega, autor do gol do triunfo dos Dragões e decidiu deixar o campo. "Gostaria apenas de dizer a esses idiotas que vêm ao estádio fazer gritos racistas ... vá se foder"

segunda-feira 17 de fevereiro| Edição do dia

O Porto venceu o Vitória de Guimarães, Marega, os 15 minutos do segundo tempo, recebeu a bola pelo lado direito da área e marcou o gol que garantiu a vitória por 2 a 1.

Mas durante toda a partida os torcedores do Vitória de Guimarães provocaram Marega com insultos racistas toda vez que ele tocava na bola, parte da torcida fez gritos imitando macado. Ao comemorar o gol que garantiu a vitória da partida, o jogador se dirigiu à arquibancada e os torcedores responderam atirando vários objetos no gramado, inclusive algumas cadeiras do estádio.

O jogador se revoltou com a situação inclusive por ter recebido cartão amarelo por estar enfrentando as provocações. Logo depois disso Marega decidiu deixar o campo e fez sinais negativos com as mãos na direção das arquibancadas.

Nas redes sociais Marega postou:

Essa é mais uma expressão do racismo que se reproduz nos dias de hoje, em momentos assim vemos escancarada a presença dessa doença criada, sustentada e desenvolvida pelo sistema capitalista.




Tópicos relacionados

Racismo   /    Futebol   /    Negr@s

Comentários

Comentar