Gênero e sexualidade

FEMINICÍDIO

Às vésperas do 8M, mais uma vítima de feminicídio: Isabela presente! Basta de violência machista!

sexta-feira 8 de março| Edição do dia

Internada desde o último domingo (03), Isabela tinha sido convidada por uma amiga de infância para passar o dia numa chácara em Franco da Rocha, na Grande São Paulo. Passou mal depois de beber e foi socorrida por amigas, que lhe deram um banho e a colocaram no quarto do andar de cima da casa da chácara, onde, inconsciente, foi abusada pelo cunhado de William, segundo testemunhas.

O namorado, então, foi até o quarto e, ao entrar e ver Isabela e o cunhado na cama, agrediu a estudante inconsciente e ateou fogo no colchão. William foi preso em flagrante no dia do assassinato. Já o cunhado aparece no boletim de ocorrência como vítima, e a polícia, menosprezando o testemunho de familiares e amigos da vítima, investiga o caso como adultério!

Como se isso não fosse prova suficiente do quão institucionalmente machista é o Estado capitalista contra a qual lutam as mulheres junto à classe trabalhadora hoje e todos os dias, o braço televisivo da Universal do reacionário bispo Macedo e do golpismo que conduziu Bolsonaro ao Poder Executivo, a emissora de TV Record, ainda responsabilizou a vítima pelo próprio abuso, pelo que foi massivamente criticada nas redes sociais.

Quem acessar pela internet o fascistoide “Cidade Alerta” irá se deparar com o título “Jovem tem 80% do corpo queimado ao ser flagrada na cama com cunhado”, manchete que, além de tudo, é uma falsidade. Lamentavelmente, a todas as reivindicações que tomarão as ruas do Brasil e do mundo hoje, teremos de acrescentar: Isabela Miranda de Oliveira, presente! E repetir: BASTA DE VIOLÊNCIA MACHISTA E FEMINICÍDIOS!




Tópicos relacionados

8M 2019   /    Dia Internacional da Mulher   /    Feminicídio   /    Machismo   /    Violência contra a Mulher   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar