×

Pelo direito de estudar! | As artes UFRGS precisam de espaço! Todes na sexta-feira, por um novo prédio para o IA!

Estudantes, professores e trabalhadores do Instituto de Artes da UFRGS: chamamos todos para um ato no vão da reitoria nesta sexta-feira (08/04), às 8h, horário em que acontecerá o CONSUN, pelo direito do IA ocupar o prédio do ex-ICBS e contra os cortes e a intervenção bolsonarista!

quinta-feira 7 de abril | Edição do dia

A reitoria interventora bolsonarista de Bulhões vai cada vez mais colocando a comunidade universitária do Instituto de Artes em um cenário de total precarização. Hoje nossos prédios se encontram em situação insalubre, desde dificuldades na estrutura que nos colocam em risco - como fiação elétrica sem os reparos necessários e uma biblioteca que não aceita mais leva de livros pelo prédio não conseguir aguentar mais peso - até questões sanitárias como surtos de pragas, como escorpiões, baratas, e uma dessas pragas sendo o próprio Bulhões.

Esse cenário é fruto direto dos anos de cortes que a educação vem sofrendo no país, e que ocorrem desde 2015 durante o governo Dilma, mas que agora se aprofundam com o golpe e com os cortes bilionários de Bolsonaro, que intervém nas reitorias de nossas universidades para que o peso desses ataques sejam descarregado ainda com mais força nas costas dos setores mais precários da universidade.

Existe um acordo datado de 2009 onde era garantido que assim que o ICBS mudasse para outro prédio, 5 mil² do prédio localizado no Campus Centro seriam direcionados para a comunidade universitária do IA. Estamos em 2022, o ICBS já está localizado em seu novo prédio no Campus Saúde, e mesmo assim a reitoria interventora passa por cima desse acordo, fazendo o mesmo que todas as demais reitorias, ignorando a situação ultra precária das artes. Ao invés de garantir o espaço para o IA, Bulhões negocia com seus aliados empresários e quer entregar o prédio para organizações da iniciativa privada como a AMRIGS.

Seus movimentos deixam claro: quer avançar com a iniciativa privada na UFRGS, subordinando nossas pesquisas ao lucro, e para isso pode manter as artes em cenário de total precarização.

NÃO PODEMOS PERMITIR!

Nós da Juventude Faísca Revolucionária e Esquerda Diário, que estamos presentes junto a independentes no Centro Acadêmico Dionísio do teatro UFRGS, entendemos que a luta pelo direito de ocupação do antigo prédio do ICBS por parte de nosso instituto precisa estar localizada na luta intransigente contra a intervenção bolsonarista em nossa universidade que serve de corrente de transmissão dos cortes de Bolsonaro na educação. Mas indo além, é preciso que tenhamos clareza sobre as condições concretas para garantir toda a infraestrutura mínima necessária para nossos cursos, o que significa a necessidade de reformas, contratações e outras medidas. Por isso, lutar pela abertura do livro de contas da universidade é essencial, pois só vemos ataques à permanência estudantil, precarização dos auxílios e do trabalho dos terceirizados, enquanto os altos salários acumulados de Bulhões e da burocracia acadêmica seguem intactos. Luta essa que necessita estar aliada à defesa de mais verbas para a educação. Por isso exigimos a imediata revogação da lei do teto de gastos e o não pagamento da dívida pública!

Cada uma dessas demandas só podem ser conquistadas através da nossa auto-organização em aliança com professores e demais trabalhadores da universidade. É por isso que chamamos todes para o ato, referendado em assembleia de todos os setores do IA, no dia 08/04! Somente através da nossa própria força que arrancaremos a demanda por infraestrutura adequada para nossos cursos, sem nenhuma confiança na reitoria interventora e nem na burocracia acadêmica. Convidamos também o DCE e demais Centros Acadêmicos a prestarem todo seu apoio e fortalecerem essa batalha. As artes precisam de espaço!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias